Bandeiras Título
 
  O que é Dupla Cidadania

 

É o Direito que alguns cidadãos têm de possuir além da cidadania “jus solo” (cidadania do solo onde nasceu) também a cidadania “jus sanguini” (cidadania de sangue).

Melhor explicando:

Quando a pessoa nasce, automaticamente recebe a cidadania do país onde nasceu, “jus solo”.

Quando recebe a cidadania por transmissão de uma ascendente, ex: pai, mãe, avós, bisavós, tetravós etc, é considerada "jus sanguini", ou seja, herda do direito de obter a cidadania de seus ascendentes através do sangue. Neste caso a pessoa passa a poder fazer uso das duas cidadanias, uma vez que o Brasil não exige que se abdique da cidadania Brasileira para que se possa fazer uso de outra, herdada dos ascendentes.

Os descendentes de estrangeiros sempre tiveram, mesmo que restringida a linha de ascendência, direito de obter a cidadania de seus antepassados sem que perdessem a nacionalidade do solo onden nasceram, no entanto, após a consolidação da U.E. (União Européia) é que passaram a buscar mais este direito.

A Itália é um dos países onde a Dupla Cidadania é mais pretendida, uma vez que a grande parte dos Brasileiros tem sua origem nos emigrantes que vieram colonizar o Brasil. Lá a Dupla Cidadania pode ser transmitida desde que se consiga provar que o antepassado foi realmente Italiano.

(Voltar)


Rodapé